Avenida Marquês de São Vicente, 576 - Cj. 1106 e 1107, Barra Funda - São Paulo/SP
  • (11) 2548-9806
  • (11) 2548-9873
  • (11) 2645-0372
  • (11) 2645-0379

Mais do que prestação de serviços...

Uma parceria!

Senador defende novo limite de enquadramento como MEI

Depois de 121 dias licenciado do cargo, o senador Jayme Campos (União-MT) retomou o mandato nesta quarta-feira (3) defendendo a aprovação, pela Câmara dos Deputados, do PLP 108/2021, que possibilita o enquadramento como microempreendedor individual (MEI) de pessoa que tenha renda anual bruta de até R$ 130 mil. Pelas regras atuais, o limite é de R$ 81 mil.

Pelo texto, esses empreendedores também terão a permissão para contratar até dois empregados. Em seu pronunciamento, Jayme Campos lembrou que a medida vai reduzir a informalidade e gerar empregos.

— E tem potencial geral e certamente vai atender o nosso país com mais de 11 milhões de empregos diretos, favorecendo o empreendedorismo e a criação de oportunidades de trabalho e, consequentemente, desenvolvimento econômico local e regional —, disse.

Jayme Campos defendeu também a aprovação de reformas que tornem o Estado brasileiro mais ágil, eficiente e menos oneroso para os brasileiros.

Ele lembrou ainda que 2022 reserva dois momentos especiais para os brasileiros: as eleições de outubro e as comemorações do Bicentenário da Independência, no dia 7 de setembro.

Por fim, Jayme Campos destacou a atuação de seu primeiro suplente, Fábio Garcia, que, durante sua licença, demonstrou ser um “político habilidoso e preparado”, especialmente porque conseguiu aprovar o PL 1.280/2022, que deu origem à Lei 14.385, de 2022. A norma determina que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) compense os consumidores brasileiros com redução de tarifas de luz, por causa de cobrança indevida de PIS/Cofins.

Fonte: Agência Senado